terça-feira, 16 de novembro de 2010

Em carne viva XXIV ("Tudo se expia, tanto o bem como o mal, cedo ou tarde se pagam. O bem é mais caro, forçosamente !" Louis Céline)




A sucessão de fatos estranhos que antecederam aquele 1959 não parou por aí.

Uma peste se abateu sobre a criação. O curioso foi a indistinção de raça. Desde galinhas, porcos, até ovelhas, muitos animais morreram. Alguns agrônomos do governo chegaram a colher amostras e levaram a Porto Alegre, mas não fiquei sabendo o resultado.

Também as águas da cascata adquiriram uma coloração azulada. Era exótico e assustador embora fosse um belo espetáculo. Foi como se houvessem jogado centenas de pedras de anil na água. Passamos um bom tempo sem tomar banho lá.

Tivemos também o suicídio do Jorge Arão. A pobre da Tereza achou o corpo pendurado em um matagal nos fundos da propriedade. Dizem que ele estava com uma dívida junto ao banco.

O início do verão foi infernal. Um calor abrasador parecia fritar os miolos de quem se expusesse ao sol. Depois a estiagem de cinqüenta e sete dias fez com que os produtores buscassem ajuda da prefeitura para transportar água até a plantação.

O calor pareceu secar até as relações entre as pessoas. Muitas brigas feias ocorreram entre os moradores. Outros reagiam de maneira passiva, como bonecos articulados e muitos se cumprimentavam só por obrigação.

Foi um fenômeno interessante. Aquilo tudo parecia castigar só a nossa gente. Localidades próximas não sofreram tanto com a adversidade climática.
Nesse ínterim, um grupo de mais ou menos cinqüenta ciganos acampou na orla da cidade. Não entendemos o porquê, pois ninguém no povoado tinha dinheiro naquela época e poucas pessoas compravam as quinquilharias que eram vendidas de porta em porta.

Duas semanas após chegada dos andarilhos, o doutor Braatz foi chamado as pressas ao acampamento. Um dos homens da tribo apresentava os sinais na pele da doença que se tornou minha companhia até hoje, se não no corpo, impregnada na alma.

3 comentários:

Nivaldo Gomes Filho disse...

parabens adorei o texto vou seguir seu blog um abraço fica com Deus...



que o senhor te abençoe.

Rodrigo Rocha disse...

Fábio passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, espetacular, muito maneiro
com excelente conteúdo você fez um ótimo trabalho desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom

iaradojesse disse...

Como sempre, gosto muito de ler o q tu escreves, és muito criativo. Parabéns! Meu blog é simplinho, de vez em quando coloco algo, mas nem se compara com o q tu escreves. Passa lá. 1 bj e 1 qj
http://iaradojesse.blogspot.com/